Up Dicas dos Pontos de Mergulho » Abrolhos - Caravelas/SP


Abrolhos - Caravelas/SP

O Local:

Abrolhos é um arquipélago formado por 5 ilhas que constituem o parque nacional marinho. Distante cerca de 70 quilômetros de Caravelas na região sul da Bahia, Abrolhos é um ótimo site para mergulhos, mas que não é muito frequentado pelos mergulhadores devido à dificuldade logística para se chegar até lá.

Para aproveitar bem o passeio, deve-se passar ao menos 3 dias, que é possível somente através de uma embarcação para live aboard. Some a isto a distância dos aeroportos mais próximos, chegar até Abrolhos por sí só já é uma aventura que merece ser comemorada e apreciada pela sua beleza dentro e fora d'agua.

Famosa pelos grandes chapeirões que caracterizam os mergulhos no local, Abrolhos também abriga em seu fundo, vários naufrágios que merecem ser visitados quantas vezes forem possíveis. Além disso, a variedade biológica que encontra-se na região, torna-o ponto obrigatório para qualquer mergulhador em seu log book ; )

Principais Pontos Visitados:

Guadiana: Cargueiro que transportava café, naufragou quando passava pelos traiçoeiros recifes de corais. Com mais de 100m de comprimento e a uma profundidade máxima de 25m, é um mergulho muito bom para ser apreciado. Recomendo!
Rosalinda: Outro cargueiro traído pelos recifes de Abrolhos, afundou cerca de 20 metros de profundidade com sua carga de cimento e cerveja. Rachado ao meio, o Rosalinda ainda possuiu alguns pontos de penetração de fácil acesso mesmo para os mergulhadores não credenciados. A fauna que se desenvolveu ao redor de sua estrutura torna este naufrágio um dos mais belos no Brasil e consequentemente um dos pontos mais procurados em Abrolhos. Mergulho Obrigatório.
Chapeirão do Sueste: Como tantos outros pontos com os famosos chapeirões (Formações de corais que crescem em forma de um cogumelo gigante), o sueste tras ainda o atrativo de alguns badejos que rondam os mergulhadores que aparecem por lá.

Quando ir:

Abrolhos pode ser visitado durante o ano todo, mas via de regra existem dois períodos principais. No verão é quando temos a melhor visibilidade e de agosto a outubro quando as baleias Jubarte passam por lá para dar a luz aos seus filhotes.

Fora o Mergulho:

O parque marinho não possuim nenhuma estrutura em suas ilhas e portanto não há absolutamente nada a fazer fora do barco.

Existem apenas duas coisas possíveis de serem feitas no arquipélago. A primeira seria uma visita na ilha monitorada pelo pessoal do Ibama, um rápido tour que levará no máximo 1 ou 2 horas de passeio o qual irão explicar sobre a flora e a fauna da região, com atenção especial aos famosos atobás. A segunda seria uma visita ao farol, mas neste caso somente se o grupo tiver uma autorização antecipada da marinha.

O que Levar:

Apesar de estarmos em águas nordestinas, Abrolhos está próximo da fronteira com a região sudeste, o que significa que a água por lá não é tão quente. Uma roupa de 5mm atende muito bem, mas aos mais calorentos, ainda um short de 3mm pode ser uma boa opção. No mais, roupas leves, óculos de sol e nada mais, porque não haverá nada mais para se fazer por lá.

Para as noites de tédio, é bom levar algum tipo de jogo para juntar a galera, ou mesmo algum livro, revista, etc.

Recomendo:

Dependendo do barco, a travessia até Abrolhos pode durar entre 3 a 6 horas. Além disso, o fato de passar 3 dias ou mais dentro de um barco pode ser uma experiência não muito agradável para alguns. Assim é bom estar previnido e ter algum remédio contra enjôo.

Não leve muita bagagem, o esquema de live aboard é limitado e espaço é precioso dentro de uma embarcação. Ter muitas malas vai te incomodar principalmente quando você tiver que colocar toda a sua tralha dentro de seu quarto.

Se estiver mergulhando na época das baleias, sempre que cair na água, preste atenção nos sons que propagam dentro dela. É muito provável que você irá mergulhar com uma trilha sonora única. Ouvir e reconher o canto das baleiras é um experiência da hora!! ;)

Leve pilhas sobressalentes, uma vez no barco, você não terá como fazer compras de última hora. A energia para recarregadores às vezes é limitada e portanto esteja previnido.

Durante o planejamento da viagem, verifique se foi requisitado pela embarcação que o grupo possa visitar o farol. Afinal é sempre bom poder fazer alguma coisa diferente, visto que o número de mergulhos em Abrolhos é limitado e portanto você não pode cair na água como bem entender, mesmo com os recifes estando lá e os cilindros cheios...









Críticas e Sugestões, favor entrar em contato:

Trilhas & Mergulho