Up Dicas dos Pontos de Mergulho » Mar Vermelho/Egito


Mar Vermelho/Egito

O Local:

Sharm el Sheikh é uma cidade do Egito situada na ponta da península do Sinai. Diferente da capital Cairo, esta cidade é praticamente dedicada aos turistas que vão para lá em busca de muito sol e mergulhos no Mar Vermelho.

Em Sharm el Sheikh os mergulhos ocorrem basicamente em 3 locais: Próximos ao porto de Naama Bay, o Parque Nacional de Ras Mohammed e Tiran.

Além destes 3 “sites” mais próximos onde podemos desfrutar de mais de 30 pontos de mergulho que são feitos diariamente de barcos saindo do pier de Naama Bay, existem diversos outros pontos mais remotos onde podemos agendar saídas especiais ou alcançar via live aboards.

Principais Pontos Visitados:

Ras Ghaszlani: Para os que curtem grandes corais, aqui é possível ver diversos corais mesa (ou acróporas).
Thomas Reef: Se o DM deixar, você poderá mergulhar em uma fenda que começa aos 30m e passar por um arco aos 50m de profundidade!
SS Thistlegorm: Naufrágio da 2ª Guerra Mundial. Em seus porões e arredores é possível ver caminhões, motos, tanques, munições e até uma locomotiva!!! Definitivamente o melhor mergulho do Mar Vermelho. Obrigatório!!!
Woodhouse Reef: Anêmonas vermelhas e os peixes-palhaço são as atrações deste ponto.
Shark Reef e Yolanda Reef: Lugar para ver grandes peixes como xaréus e garoupas. Tubarões? Esqueça! : ( mesmo assim, diria que é obrigatório o mergulho aqui.
Temple: Curta o Visual. Fendas, buracos, tocas e pequenas passagens. Muito bom! : )

Quando ir:

O Mar Vermelho por estar numa região de deserto não tem problemas com períodos de chuva, e sim o contrário de muito calor nos meses de verão que vão de Junho a Agosto. Apesar do calor infernal é tido como a melhor época pois é o período mais provável para se encontrar tubarões, raias e grandes cardumes de peixes.

Nos meses próximo ao verão a temperatura da água gira em torno dos 28 graus, mas próximo ao inverno cai um pouco para 24 graus em média.

Fora o Mergulho:

Fora o mergulho, o Egito oferece boas atrações. No Cairo, a vista às pirâmides e esfinge é obrigatória. Além destes cartões postais, conheça também o museu do Cairo, a loja de papiro, o mercado Khan el Khalili e uma mesquita muçulmana.

Em Sharm el Sheikh tire um dia para fazer um passeio de quadriciclo no deserto. Aos mais religiosos, uma visita ao Monte Sinai onde Moisés recebeu a tábua com os 10 mandamentos pode ser uma boa pedida. De noite, aproveite o movimento e as baladas no centro em Naama Bay, lá o comércio fica aberto a noite toda. Fora isso não há muito mais o que fazer em Sharm el Sheikh, de manhã praia e de noite o centro. ; )

O que Levar:

Para o mergulho, um short-john de 3mm é mais que suficiente e para os mais friorentos uma peça inteira de 5mm atende. Fora d'agua muita bermuda, camisetas leve, óculos de sol, quilos de protetor solar.

Não sei se por causa da água, do tempero, da temperatura, da falta de higiene ou de tudo um pouco, mas é grande a probabilidade de você passar mal no Egito por causa da comida. Então, leve daqui seus remédios e principalmente para dor de barriga. Faltamente você ou alguém do grupo irá precisar. : (

Leve dinheiro! Cartões de crédito são aceitos mas é incrível como o povo egípcio dá um jeito de te fazer pagar com dinheiro. Inventam uma descupa que a máquina quebrou, tá sem sinal e blá, blá, blá. Fora isso é gorjeta pra tudo...

Recomendo:

Faça um live aboard. Os melhores mergulhos nos melhores horários são feitos através de um live aboard. A relação custo benefício de mergulho não tem comparação com as saídas diárias, fora isso a probabilidade de conseguir ver bichos maiores e melhores num live aboard é maior.

No Egito, reserve ao menos um dia e meio para conhecer Cairo com calma. O mercado de Khan el Khalili tem de tudo que é tranqueira. Se realmente estiver interessado em comprar, pare e negocie o valor, mas se não, recomendo até virar as costa e deixar o cara falando sozinho, por que o assédio às vezes é terrível!!! Vá ao Museu do Cairo e não deixe de visitar o espaço destinado a Tutankhamon, é impressionante!!!

Se for andar de quadriciclo no deserto, escolha um horário próximo ao por do sol, de preferência quando ele estiver se pondo, dai você curte o sol indo embora no meio do deserto e não fica torrando o miolo!!! Outra coisa, use a roupa que você tem menos dó, porque um dos prováveis destinos depois de um passeio desse é o lixo! rsss

Estique sua viagem e não deixe de conhecer Luxor. Dois dias é mais que suficiente para essa cidade apesar de você poder conhecer sem problemas tudo que interessa em apenas um dia. Os templos de Luxor, Karnak, Hatshepsut e Vale dos Reis são muito bonitos, e o passeio de balão ao nascer do sol pelo Nilo e acima do Vale dos Reis é imperdível, diria que é literalmente o ponto alto da viagem!!! rsss

Evite andar sozinho no Egito (Sharm el Sheikh por ser uma cidade totalmente turística é mais tranquilo até mesmo para as mulheres solteiras) e se algum egípcio vier com uma dúzia de pedrinhas dizendo "a gift forrr you my frrriend", saia correndo!! rssss

Procure estar sempre atento quando andar na rua e tenha em mente que você é um total estranho dentro de uma cultura totalmente diferente da sua. Os egípcios em sua grande maioria são muito pobres e farão de tudo pra conseguir literalmente arrancar um trocado seu! No pior estilo dos malas que ficam no Pelourinho na Bahia oferecendo fitinhas do Nosso Senhor do Bonfim, lá a exploração ao turista, e não ao turismo, é bem grande, então relaxe, entre no esquema e aproveite. Você ira se irritar com vários egípcios, mas também poderá se fascinar com outros.

Se tiver a oportunidade de bater um papo com algum local, não pense duas vezes, a diferença cultural é enorme e você poderá se surpreender com as coisa que ele irá te contar.









Críticas e Sugestões, favor entrar em contato:

Trilhas & Mergulho